Prefeitura de Maringá volta a consultar população para definir ações em 2020

24 junho, 2019


Serão retomadas na noite desta segunda-feira, dia 24, as Assembleias de Planejamento e Gestão Territorial (APGTs) organizadas pela Prefeitura de Maringá para ouvir a população sobre a Lei Orçamentária Anual (LOAs) para o exercício de 2020.

Fonte-Prefeitura de Maringá.
Foto-Vivian Silva/PMM.

As assembleias são convocadas pelo Conselho Municipal de Planejamento e Gestão Territorial e coordenadas pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá (Ipplam) com o objetivo de consultar a população e ouvir quais são os investimentos mais importantes para a cidade no próximo ano.

A reunião desta noite, a APGT 4, está confirmada para as 19h30 na Escola Municipal Pioneira Jesuína de Jesus Freitas, localizada na Rua Flausina Francisca de Souza, nº 290, na Vila Santa Izabel. Além dos moradores dos bairros daquela região da cidade, a assembleia inclui a participação de moradores do Distrito de Iguatemi.

A quinta e última reunião, a APGT 5, será realizada na o dia 25 na Escola Municipal Padre Pedro Ryo Tanaka, na Av. Cerro Azul, nº 2.108, esquina com a Rua Maria Gaspar P. Moleirinho, no Jardim Novo Horizonte III, com a participação de moradores do Distrito de Floriano.

A série de cinco assembleias foi aberta na noite do dia 17 deste mês, quando equipes da Prefeitura de Maringá ouviram as sugestões da comunidade de moradores da região central da cidade, na Escola Municipal Dr. Osvaldo Cruz.

Em seguida, no dia 18, a APGT 2 ouviu moradores da região próxima ao Conjunto Lea Leal, na Quadra de Esportes da Escola Municipal Gabriel Sampaio.

Antes do feriado prolongado do último final de semana, a APGT 3 foi realizada na quarta-feira, dia 19, na Casa da Cultura Alcídio Regini, no Jardim Alvorada.

Nos encontros com a comunidade são discutas questões como segurança pública, serviços urbanos, manutenção de áreas públicas e infraestrutura urbana. 

Orçamento Cidadão
Por meio das sugestões apresentadas, as secretarias municipais poderão planejar melhor seu orçamento para o ano que vem, garantindo uma melhor aplicação dos recursos municipais a partir das necessidades reais apontadas pela população.

De acordo com o diretor-presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá (Ipplam), arquiteto Edson Cardoso Pereira, todas as sugestões apontadas nos encontros são anotadas e as mais solicitadas serão priorizadas nas ações administrativas do próximo ano.

“Ainda não finalizamos o levantamento de solicitações, mas até agora, nas três reuniões realizadas para a confecção do Orçamento Cidadão de 2020, o maior número de manifestações da população tem priorizado ações para melhorias nas áreas de serviços públicos, saúde e segurança, entre outros itens”, diz. 

Também se destacam os pedidos para melhorias de infraestrutura e serviços públicos na cidade, como a manutenção do asfalto de ruas, calçamentos, reforço na iluminação pública e outros procedimentos para maior segurança. 

As reivindicações são feitas ao microfone no momento das assembleias, mas o contribuinte também pode responder a um questionário específico para o Orçamento Cidadão, acessando o site da Prefeitura, http://www2.maringa.pr.gov.br/sistema/arquivos/assembleias-de-planejamento-e-gestao-territorial/anexo-ii-descricao-dos-bairro-apgts.pdf

Para se ter um parâmetro do planejamento estratégico elaborado a partir do resultado das contribuições surgidas nas APGTs de 2018, várias ações são colocadas em prática neste ano pelas secretarias municipais, buscando atender reivindicações como a instalação de pontos de coleta de descarte de materiais inservíveis, além da revitalização de praças e parques, que busca disponibilizar áreas de lazer para a população no centro e nos bairros da cidade.
Mais informações.
Ipplam- Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá. 
Telefone-(44) 3221-14-41. 

Anuncie